sexta-feira, 30 de dezembro de 2011

50 - Time is ticking!

Ano Novo... vida nova?

Assim espero!

Bom ano para todos! Desejo que todos sejamos espectaculares em 2012!
Vamos tentar fazer MESMO algo diferente do que fizemos no ano passado, quem sabe se resulta...



E não se esqueçam... ATITUDE!


terça-feira, 27 de dezembro de 2011

Miguel Gonçalves - Yes, I can!

Faz já alguns meses que vi este, agora mediático, Miguel Gonçalves no programa Prós e Contras da RTP1. Na altura, algumas deixas da Fátinhas Campos Ferreira pareceram me sarcásticas... já o que o Miguel dizia, canalizou toda a minha atenção. Não ouvi uma frase que não tivesse feito sentido... E  eis que agora surge esta pérola...


... que veio confirmar a minha suspeita! Como o outro dizia... isto é um abre olhos.
Tudo o que este senhor  disse, é brilhante, é real, é uma injecção de vontade de fazer para quem o ouve. Dediquem 30 minutos a ver isto em vez de 30 minutos a ver a super programação da televisão portuguesa. Prometo que vai ser mais produtivo...

Fico a pensar... as oportunidades não surgem assim:
Olha, tropecei numa oportunidade;
Oh oportunidade, sai lá da frente que eu quero passar para o outro lado;
Uuui, calquei uma oportunidade, mas dizem que oportunidade é dinheiro...
As oportunidades estão aí... estão sim. Mas o que tenho reparado é que não estamos a procurar ou então não estamos a usar as ferramentas certas de procura. Por exemplo eu não vou usar a Ursa Maior para me orientar no nevoeiro. Confuso?

Vamos por isto em desenho...
Imaginem um daqueles "Find Wally". Agora imaginem que o Wally passa a ser a Oportunity. Estes, são os casos possíveis:

Caso 1 - Há um milhão de pessoas comuns no desenho e no meio delas está a Oportunity e só estou eu à porcura dela... eu tenho todo o tempo do mundo para a encontar, eu posso esperar sete anos até, para a encontrar porque sei que mais ninguém o vai fazer ou... melhor ainda, vou esperar que seja ela a perceber que estou a procurar e que a mesma, levante a mão, só para eu saber onde ela está e me poupar o trabalho.

Caso 2- Há um milhão de pessoas comuns no desenho e no meio delas está o Oportunity. Mas está um milhão de pessoas à procura dela. Bem... ou eu sou mais e esperta e uso um novo método de procura, um mais adequado, ou acontece o chamado "já fostes".


"Os currículos são spam!" - Disse o Miguel
E isto? Isto será spam?

Não, isto é o caso 2, pelo menos na minha opinião! :)

Caso 3 - Há um milhão de Oportunities e um milhão de pessoas à procura delas...
Ok, esqueçam este caso... porque não há um milhão de pessoas à procura delas!

O que eu quero dizer com isto é que é preciso valoriza-nos, sermos diferentes e fazer diferente, é preciso ser corajoso, é preciso tropeçar e levantar, bater com a cabeça na parede para perceber que está lá uma... é preciso "te-los a tremer"... é preciso agir, mexer, fazer. É preciso dizer: isto vai funcionar, quando todos te dizem: isso é uma m****! 

Como o vídeo do Miguel (já quase vídeo viral) me deu garra e força, falei a alguém do mesmo, e ouvi algo do género: "esses gajos já eu tou farto de ouvir, vêm com discursos de motivação e enquanto tu lhes dás ouvidos eles ganham a vida a falar de coisas bonitas e tu bates palmas quando eles batem notas".

...

Se ganham a vida a fazer isto, mas se depois de eu ouvir as supostas "tretas" eu fico com vontade e energia de ir lá para a linha da frente revolucionar tudo... Bendito é o dinheiro que lhe é pago!
Antes pagar isto... que RSI.


And... I rest my case!

domingo, 25 de dezembro de 2011

Feliz Natal!

Feliz Natal para todos! 

Já agora... A Coca-Cola sabe o que faz!
Este vai ser, certamente, um dos anúncios mais partilhados, vai ser publicidade publicitada! E tem motivos para o ser... 

Num mau cenário, há sempre algo que poderia transforma-lo em péssimo. Assim como há sempre algo que também poderia transforma-lo em melhor... às vezes está escondido, encoberto... mas está lá.  Basta procurar bem!

O que precisamos, é que o nosso espírito de descobridores procure esse "bem", esse "melhor"...porque para baixo, já a "gravidade" ajuda! :)

quarta-feira, 7 de dezembro de 2011

Eureka! :)

terça-feira, 6 de dezembro de 2011

A crise não me deixa ir ao ginásio - Parte I

 3 séries:

20 Flexões
20 Agachamentos (mãos acima da cabeça e com salto)
20 Abdominais Cruzados
20 Fundos
20 Elevações alternadas perna estendida (partindo da posição de prancha)

Tempo: 9'30''
(menos tempo que o arroz demora a cozer... ) :)

sábado, 26 de novembro de 2011

Os pesos livres são amigos das mulheres também! ;)


A maior parte do sexo feminino foge das máquinas de musculação, dos halteres, das barras, dos discos... eles são demónios que vão transformar o corpo, deixar as mulheres musculadas, com corpos grandes e parecidos com os de homem. 
FRESH NEWS: A mulher e o homem são diferentes hormonalmente e por isso os músculos nas mulheres não se desenvolvem como nos homens. O que acontece com a prática da musculação, em nós senhoras, é que a nossa gordura corporal (mesmo aquela que nós não vemos no espelho), baixa; ficamos mais firmes; ganhamos mais força; ficamos mais saudáveis... consequentemente mais confiantes e mais bonitas!
Os pesos, os halteres, as barras, essas "coisas" todas, no fundo são nossas amigas e podem tornar-se divertidas!  :)

Ok. Consigo perceber que não podes passar do 8 = "recuso-me a praticar musculação", para um 80 = "eu não vivo sem musculação"! Mas por algum lado podes começar a combater essa fobia! ;) E eu aconselho a sala de musculação. 

Quem lá trabalha, vai ensinar, corrigir, aconselhar, não te vão deixa sozinha... (pelo menos é assim que é suposto ser e se não for, muda de local).
Encara as máquinas todas que lá vires como as tuas novas amigas! Elas só estão ali para te ajudar... Começa com pouca carga, ou mesmo nenhuma, só para se apresentarem uma à outra! Elas são simpáticas... não resmungam, não falam mal de ti, não criticam a tua roupa nem o teu cabelo, são de confiança! :) Têm assentos, apoios e tudo mais, para que fiques confortável, não permitem que os teus movimentos fujam muito da suposta trajectória... e pronto. Quando já se conhecerem bem, desafia-a! :) Aumenta a intensidade, acrescentando mais carga, fazendo mais repetições, descansando menos, mas... mantendo SEMPRE a postura correcta... 

Depois... Quando já tiveres quase curada da fobia, já vais estar mais forte e vais sentir-te com vontade de passar ao próximo nível  e podes alargar as tuas amizades aos pesos livres, barras, halteres... Eles ainda são mais amigos que as máquinas... Porquê? Porque te obrigam a fazer tudo sozinha e a perceberes do que realmente és capaz! ;) 

Todas essas "coisas", fazem com que tenhas que manter o equilíbrio em todo o teu core (encara o core como o tronco do teu corpo, onde tudo é suportado). A vantagem é enorme, enquanto trabalhas outros grupos musculares, esse tal de core, vai estar sempre presente. Abdominais, lombares e não só... todos unidos por uma só causa e nem dás por ela... a não ser depois, quando vem aquela "dor" tão boa! Vais descobrir que tens músculos onde nunca pensaste que eles existiam! :)

Usa a tua cabeça! Não te deixes iludir... Sem esforço, sem "dor"... não há milagres! Lembra-te: No pain, no gain! Nem sempre a televisão e a publicidade são tuas amigas... 

Tira o máximo partido da musculação. Treina, diverte-te, traça objectivos, alcança-os... SUPERA-OS! ;)



A todos os que treinam, bons treinos!
Aos que não o fazem... deviam!



segunda-feira, 7 de novembro de 2011

Dói assim tanto?

E para hoje vai mesmo só isto...

sábado, 5 de novembro de 2011

Desafio 100 dias de...

Eis o meu compromisso neste recomeço:



Tá assinado!
:)

I killed my workouts!

Yap. It's true... 
Estou sem treinar à sensivelmente... 6 meses!

SEIS MESEEEES??? 

 Isto, minhas senhoras e meus senhores é: Vergonhoso, inadmissível e merece castigo!

Num dos meus posts de Maio, falei sobre acreditar. Em fase de introspecção, falei sobre arriscar, definir metas e tentar alcança-las. Falei sobre fazer escolhas! E eu fiz... estava desempregada, precisava de trabalho, de ter a minha vida e por isso tracei um plano. Deixei o ginásio e os meus treinos (pensando que os iria sacrificar apenas por uns breves tempos e afinal de contas era por uma "boa causa"), saí da minha cidade, escolhi outra, arranjei trabalho e estou "cheia de contente" mas... até hoje nunca mais tive uma semana de treinos! Uma semana? Que tal... dois dias seguidos de treinos?
Pois é...Estou novamente em fase de introspecção e tenho meeesmo de retomar os treinos. Começa a pesar-me muito na consciência e o pior de tudo... também pesa no corpo. Porque é que parei tanto tempo com uma coisa que adorava, que me fazia bem ao corpo e à mente, que tenho saudades e que QUERO fazer? 
Vou voltar a treinar. 
Ponto. 

Tenho noção que o meu retrocesso é enorme. Experimentei na pele, à cerca de duas semanas, o mais doloroso principio do treino... taraaaam: Reversibilidade (leia-se: voltar à estaca zero). :)
Cedi à tentação de ver quantas elevações ainda era capaz de fazer (sabia que iam ser menos, mas saber é uma coisa, experimentar é outra) e quando as tentei fazer, vi as minhas fantásticas 7, quase 8, reduzidas a 4 (com bastante esforço). Fiquei a olhar para a barra, com o corpo a tremer, a arfar, completamente desiludida e só pensava, onde já estive e onde estava. 
Pah... isto de mexer com as minhas elevações, é mexer-me com a alma!!! :) mal... muuuuito mal! 
E para me tentar reconfortar um pouco o que tentei fazer? Desculpar-me, pois claro está! Sai-me então um dialogo com um colega, deste género: 
 
"-Tenho mesmo de voltar a treinar, fogo, tou mesmo mal.
-E então porque é que não treinas?
-Oh, é complicado... não tenho temp.... aaah, esquece!
(risos, grandes risos)"

Deu para perceber? :)
E é então este o momento, que me encontro novamente embrulhada nas desculpas que tinha no inicio do ano, antes de começar com os meus treinos: Não tenho tempo, não tenho material, não posso investir nas idas ao ginásio, não tenho espaço, está a chover, não quero correr lá fora à noite... Huuuummmm... Eu sei! Já falava menos e treinava mais. pois é isso mesmo que se vai suceder. 
Todos os dias, tento motivar alguém para a prática de exercício físico, todos os dias tento evitar que alguém abandone o exercício físico... 
Então e eu?  Como já é sabido, costumava realizar as "missões" do CoreFit, e vou continuar a fazê-lo sempre que me seja possível... mas sem material ou espaço próprio tenho de improvisar e por isso vou meter-me novamente num desafio estilo 100 dias de Burpees, cumpri-lo rigorosamente e começar a elaborar uns treininhos caseiros.  


A todos os que treinam, bons treinos!
Aos que não o fazem (incluindo eu)... deviam!




quinta-feira, 13 de outubro de 2011

Balança de emoções



Tenho vindo a aprender umas coisas nestes últimos dias... uma delas é o controlo das minhas emoções! Qualquer coisa que me aborreça, preocupa, chateia... eu só tenho duas opções, e só numa delas saio a ganhar.

Posso ficar aborrecida porque as coisas não correram como eu queria, enervar-me, desatar a partir pratos de revolta ou posso aprender que falhei em alguma coisa e que para a próxima tenho que planear melhor;

Posso levar de alguém um raspanete, sem eu ter a culpa, não concordar e começar a regatear, chatear-me,  perder um amigo, um emprego, ou mesmo a razão ou posso calar-me, acalmar-me, fazer com que a minha atitude educada envergonhe a rude, chegar a casa e ainda me rir do episódio;

Posso ficar danada por ter perdido um transporte, pelo congestionamento do trânsito, pois vou chegar tarde ao trabalho e vou ouvir do chefe ou... posso pensar que se talvez não tivesse chegado hoje 5 minutos atrasada e aprendido, podia um dia ter adormecido e ter faltado toda a manhã, ou 3 minutos antes de eu sair de casa, poderia ter passado um louco na passadeira que não contava com alguém atrasado;

Posso ficar frustrada porque estão a abusar da minha boa-vontade, andar deprimida e aborrecida, não mostrar entusiasmo pelas coisas que mais gosto, ou posso dar o meu melhor, ajudar no que for preciso resolver a situação de forma educada e sensata e ficar com a minha consciência cristalina porque EU DEI O MEU MELHOR ;

Posso ficar com os nervos a saltar, assustada com o aparato de uma máquina de lavar loiça a transbordar espuma, pensar nos danos que vai causar, como vou resolver tudo, ou posso dar uma festa da espuma... mesmo que seja só para mim, rir-me da minha própria ignorância e limpar a bodega com um sorriso enquanto gozo comigo! :)

Posso acanhar-me de tomar uma atitude, uma decisão, porque tenho receio de não cumprir, e que me apontem o dedo por ter fracassado, ou posso decidir o que EU QUERO e o que EU VOU FAZER e fazê-lo! Acabando ainda por sentir orgulho do meu eu!

Posso ter medo de tentar e não tentar, ou posso arriscar e conseguir!
Posso sonhar e continuar deitada à espera de outro sonho, ou levantar-me e fazer cada um deles uma realidade.
Posso perder, mas ao menos tentei!

Posso sempre: Chorar ou rir... ficar no chão ou levantar-me... recuar ou seguir... fugir ou enfrentar, falar ou deixar falar... Só tenho de ser inteligente e escolher a mais vantajosa para mim!
 


Fica aqui uma "lavagem cerebral", para quem precisa de um empurrãozinho para levar esta vida com outra atitude.

E a letra... em modo brasuca! :)


"A vida é feito andar de bicicleta: se parar você cai.
Vai em frente sem parar, que a parada é suicida, porque a vida é muito curta e a estrada é comprida.
Você sobe e você desce na escada da vida e às vezes parece que a batalha tá perdida e que você voltou pro ponto de partida.
Vai à luta, levanta, revida!
Vai em frente, não se rende, não se prende nesse medo de errar, que é errando que se aprende que o caminho até parece complicado e às vezes tão difícil que você se surpreende quando sente de repente que era tudo muito simples - vai em frente que você entende.
Boa sorte, firme e forte, vai com a força da mente.
Vai sabendo que não há nenhum peso que você não aguente.
Vai na marra, vai na garra, vai em frente.
E se agarra no seu sonho com unhas e dentes.
Pra saber o que é possível é preciso que se tente conseguir o impossível, então tente!
Sempre alimente a esperança de vencer.
Só duvide de quem duvida de você.
Sem parar, sem parar, se parar você cai!
Demorou, demorou! Pedala aí!
Então não pára o movimento, vai em frente, vai!
Sem parar, sem parar, se parar você cai!
Demorou, demorou! Pedala aí!
Não repara no mau tempo que o sol já sai.
Vai em frente, sem parar que se parar você cai!
Vai em frente, enfrente, enfrenta, vai!
Vai agora, não chora.
Ignora a energia negativa lá fora, porque dentro de você existe um poder bem maior do que você pensa.
Vai atrás da recompensa e se houver inveja e se ouvir ofensa você responde com a força do perdão.
E aumenta sua crença cada que vez ouvir um não, porque todo não esconde um sim
.
Ainda é só o começo, vá até o fim.
Aprenda nos tropeços, não olhe pro chão.
Olhe pro céu.
Olhe pra vida sempre de cabeça erguida que no fim do túnel tem uma saída, mesmo quando você não consegue ver a luz.
Feche os olhos que uma força te conduz.
Vai em frente, vai seguro, faz um furo nesse muro que o escuro se esclarece.
Vai em frente, simplesmente vai em frente que o futuro é um presente que a vida te oferece.
Sem parar, sem parar, se parar você cai!
Demorou, demorou! Pedala aí!
Então não pára o movimento, vai em frente, vai!
É na dor que o recém-nascido aprende a chorar.
Pra encontrar a cura você tem que procurar.
É no choro que o recém-nascido aprende a respirar.
Então respira fundo que a vitória tá no ar.
Vai indo, vai na tua, vai você.
Vai nessa, vai na boa, vai vencer.
Acredite no bem, que fazer o bem faz bem.
Faça o bem que faz acontecer.
Vai na fé, vai a pé, vai do jeito que der.
Vai até onde puder, vai atrás do que tu quer.
Vai andando, vai seguindo, vai pensando, vai sentindo, vai amando, vai sorrindo, vai cantando, vai curtindo, vai plantando e vai colhendo, vai lutando pela paz - vai dançando no ritmo que o tempo faz.
Vai de peito aberto.
Vai dar certo.

Confiante que o distante num instante fica perto.
Fica esperto, vai! Com a força de vontade.
Vai à vera, não espera a oportunidade.
Não aceita humilhação mas não perde a humildade.
E nunca abra a mão da sua dignidade.
Sem parar, sem parar, se parar você cai!
Demorou, demorou! Pedala aí!
Então não pára o movimento, vai em frente, vai!
Se parar você cai, se cair cê levanta.

Pratica-te!

Não... não me pagaram para fazer publicidade, mas gostei do texto! :)



"Pratica a coragem. (...) És mais bravo do que pensas e o teu corpo mais resistente do que imaginas..."

quinta-feira, 30 de junho de 2011

Galhofa: Jogo tradiconal transmontano

Valorizar as tradições!

A Galhofa, é um jogo tradicional transmontano, cujo objectivo consiste em deixar o adversário com os ombros e costas no chão.
Para vencer é necessário mais estratégia que força. Gestos violentos como, murros ou pontapés não são permitidos. Os adeversários iniciam e finalizam o jogo com um abraço de cordialidade.
Quando entendida como um "jogo", a Galhofa, proporciona momentos muito divertidos quer para os participantes, quer para os "espectadores".

Fica um vídeo elucidativo...

video


Experimentem e divirtam-se... ;)

Para os mais curiosos cliquem aqui! :)

sexta-feira, 17 de junho de 2011

Burpees: HELL (yeah!)...

E eis que chega ao fim o desafio 100 dias de burpees! :)

Tenho de ser sincera, (mas vou falar baixinho para ninguém me ouvir com o barulho das luzes :)) não fiz nem metade. :/

A esta altura do campeonato, deveria estar com mais de 5000 Burpees acumulados e o meu numero não passou por metade destes mais de 5000! E... mesmo assim, enjoei burpees! Eu sei, a culpa não é deles, mas estou em modo "Pukie of burpees" :).

Confesso que senti muita dificuldade em manter o desafio, e depois do dia em que fiz 290... voltei a cair no erro de acumular. Ora, já diz o ditado, à 1ª cai toda a gente, à 2ª cai quem quer, e à 3ª....
De qualquer modo, serviu de experiência (para não voltar a repetir) e quando assumir um desafio deste género, será para levar mesmo até ao fim! Fica o compromisso! :)




Or not... :)


A todos os que treinam, bons treinos!
Aos que não o fazem... deviam!

Só não façam é burpees... :D

Só mais uma coisa... vou mas é proibir-me durante 100 dias de dizer a palavra Burpee! :)

quarta-feira, 15 de junho de 2011

Dare you?

Eu desafio as senhoras... :)

Fazendo proveito da publicidade...

Crossfit: Today... Not tomorrow!


Good Luck! :)

quarta-feira, 8 de junho de 2011

Medicação alternativa

terça-feira, 31 de maio de 2011

Como triplicar as elevações na barra em menos de três meses

Nota: Texto cedido a Professor Paulo Sena


Qual Popeye, the sailor man, e seus espinafres!

O resultado está ao alcance de qualquer um, ou uma… Antes de mais, é preciso querer! Uma vez que essa vontade exista, tudo se torna mais fácil!


O meu “segredo” resume se a: 

-Treinos regulares (treino 3 dias seguidos, descanso no 4º dia e assim sucessivamente);

-Treinos intensos (quando treino, dou sempre o meu melhor);

-Treinos curtos (entre 15 a 30 minutos);

-Persistência (não desisto à primeira dificuldade, pelo contrário, as dificuldades motivam-me para que as supere;

-Paciência (os resultados não se vão notar na 1ª semana, nem provavelmente no 1º mês).



Ideias a refutar:

- Tenho de treinar muito tempo (não precisa estar uma hora no ginásio para que os efeitos sejam notados. Os resultados não surgem pelo tempo que despendemos no ginásio, mas sim pelo tempo de trabalho. Se eu for ao ginásio e estiver cinco minutos a treinar, e quinze minutos a descansar… );

- Tenho de me inscrever num ginásio (Quem disse que para fazer exercício físico é necessário estar inscrito num ginásio? Têm uma sala? Um espaço onde possam realizar umas flexões, agachamentos, abdominais? Têm cadeiras e uma vassoura? Então podem começar por aí!);

- Não tenho força nos braços, por isso nunca vou conseguir fazer elevações (Princípio da sobrecarga: Para podermos aumentar a nossa força, a nossa resistência, temos de submeter o nosso corpo a mais do que aquilo a que ele está acostumado);

- Se fizer musculação vou “crescer” e ficar muito musculada (Os nossos ossos, não crescem pelo facto de fazermos musculação e os nossos músculos não incham em proporções tamanhas, ao ponto de ficarmos “grandes”, só com a musculação. Vão ficar definidas, isso sim!).


Quando comecei a treinar, conseguia apenas fazer duas elevações. Sempre que um treino implicava fazer 10 elevações, eu não fazia só as duas que conseguia. Fazia essas duas e as restantes, adaptava-as as minhas capacidades.

-Elevações com salto;

-Elevações negativas;

-Elevações partindo de uma posição mais baixa (corpo sentado ou em prancha);

-Elevações com balanço.


Há somente dois pensamentos para sermos bem sucedidos: Querer um objectivo e não desistir dele! Depois é só dar asas à imaginação e procurar um meio para atingir os nossos fins.

A sensação de elevar, apenas com os nossos bracinhos, todo o nosso corpo até ver o nosso queixo ultrapassar a barra é fantástica! E se formos capazes de repetir isto, duas, três vezes… ainda melhor!

Por isso, não arranjem desculpas para não treinar. Se não o querem fazer, isso já é outra coisa. Mas se quiserem melhorar o vosso desempenho físico, há recursos por toda a casa que podem ser utilizados como meios para atingir os nossos fins!




A todos os que treinam, bons treinos!
Aos que não o fazem… deviam!


sábado, 28 de maio de 2011

Slimness vs Fitness




Slimness vs Fitness
Definitely I know who comes out  "winner".... or at the least, stronger! :)



segunda-feira, 23 de maio de 2011

Eu acredito, tu acreditas, ele acredita...

acreditar, v. tr. crer; dar crédito a; ter fé (...).

Nem de propósito, na missão de hoje (dia de descanso), ter sido colocado um texto e vídeo sobre motivação, evolução, força mental... acreditar! São palavras que involuntariamente me têm cercado muito nestes últimos dias!

Certamente que, há alguns tempos atrás ou mesmo recentemente, a maior parte de nós, já deve ter escutado uma frase daquelas que nos levam a interpreta-la como um desafio: "Tu nunca vais ser capaz de fazer isto!", ao que respondemos interiormente: "ainda vais engolir o que disseste".
Mas... como eu referi, respondemos interiormente, barafustamos com nós mesmos, caladinhos, quando muito atiramos um olhar ameaçador de "não me desafies", mas o que é certo é que, no geral, não nos sai um imediato: "TU AINDA VAIS ENGOLIR O QUE DISSESTE PÁ!".
E porquê?
Porque não acreditamos no que dizemos. Porque temos receio de engolir o "tu ainda vais engolir isso". Porque não há a confiança, certeza, crença verdadeira, naquilo que estamos a dizer!

Felizmente, cada vez mais deixo de falar com os meus botões e consigo expor cá para fora um "não devias ter dito isso"; ou o mediático "tu ainda vais engolir cada palavra que proferiste!" (acompanhado de um olhar ameaçador e às vezes até de um indicador apontado, ou um empurrão com o mesmo direccionado para o esterno da pessoa com quem falo, só assim por causa de ah e tal... :)).
Felizmente cada vez mais acredito em mim. E embora os momentos de fragilidade existam, consigo torna-los mais curtos.

Acreditar, é das palavras que conheço com mais poder... Acreditar muda tudo! 

Se acreditar-mos que vamos ser capazes, iremos ser capazes de coisas que antes não acreditávamos!
Eureka!! :)


Em fase de introspecção pessoal, concluo que tenho de correr riscos! Arriscar e acreditar...
Só preciso saber para onde quero ir e depois acreditar que vou lá chegar. Posso até não conseguir... mas acreditei, e isso permitiu-me ir mais longe do que alguma vez pensaria que chegaria! Já Greg Amundson dizia: "We got to keep our eyes on where we want to go, despite where we're maybe going".


E o que vale mais que palavras?
Tcharãaaam: Algumas imagens...:)

(Esta resposta está para esta pergunta como o nosso governo está para crise!)

Acreditem!



terça-feira, 17 de maio de 2011

Evento @Praia de Matosinhos - Hero "Murph"

Pela 2ª vez, desde que conheci o Crossfit, desloquei-me 60km para fazer um treino... e pela 2ª vez percorri, no sentido inverso, a mesma distância, com um sorriso de satisfação acompanhado pelo pensamento: "Valeu a pena!"

Mais um evento em grupo, o 2º, que consistiu em realizar, o treino Hero "Murph", na praia de Matosinhos - Porto, durante a tarde do passado Sábado (07/05/2011).

Apresento-vos então o:

.............(rufos).................

Hero "Murph"
1600metros corrida
100 Elevações
200 Flexões
300 Agachamentos
1600metros corrida

Adaptação: Realizar 1/2 "Murph" (metade de tudo)

Pois claro está, se não está, vai passar a estar, que seria melhor eu fazer o treino com a adaptação. Foi o que fiz! :) 
Ora então, meio Murph: 33minutos e 36 segundos.

O mais engraçado, foi toda a "situação" durante aquele dia... Uma ventania enorme, levantando muuuuita areia, proporcionou uma vasta gama de seres humanos em modo croquete, rissol, panado, etc... :) A acrescentar, as barras para as elevações eram um pouco grossas e giravam. Depois como estava vento, a corrida no sentido contrário do mesmo, acresceu de dificuldade, já para não falar que cada vez que tínhamos que fazer as flexões ou agachamentos, era necessário avançar um muro para não comer/snifar areia! :)

Outra coisa de que gostei, foi logo no início, sentir que, um número simpático dos participantes (que praticamente só se conhecem do blog por onde fazemos os treinos), pareciam conhecer-se há já algum tempo... :)

Ah... o Pukie! Bem... não foi desta, mas estive muito perto. 
Nos últimos 800m corrida (para além de o arranque após os agachamentos serem uma tortura para as pernas), pensei que me saiam as vísceras pela garganta fora. Mas que sensação manhosa... acho que nunca estive tão perto de ser apresentada ao Pukie como neste dia! :)

Fica um breve registo do que naquele dia se passou. Um obrigada a quem forneceu as imagens e um outro obrigada (aí vem o cliché), a todos os que tornaram o evento possível. :)



A todos os que treinam, bons treinos!
Aos que não o fazem... deviam!



Nota: Se por qualquer motivo, algum dos presentes nas imagens não as quiser aqui publicadas, entre em contacto comigo! ;)

quarta-feira, 4 de maio de 2011

Elevações - Ver lá de cima...

Foi já há algum tempo que comecei a treinar assiduamente.
Foi ainda há mais tempo que ouvi falar em Crossfit pela primeira vez. Lembro-me perfeitamente, foi em meados de Dezembro, num curso de Instrutores de Fitness, no módulo de Musculação e Cardio-Fitness, leccionado pelo Professor Paulo Sena. Lembro-me de ter pensado... isso é para "bichos"!

E eis que alguns meses depois, este professor, tem a brilhante ideia de convidar Sérgio Rodrigues, um dos primeiros ou o primeiro instrutor certificado Crossfit em Portugal, para nos vir elucidar em que consistia esta metodologia de treino. Bem recebida por uns... contestada por outros... A mim, interessou-me!

Curiosa que sou, fiz uma pesquisa intensiva sobre o tema! :) Pareceu-me bem, gostei, e comecei a treinar praticamente todos os dias! Cada "missão" que completava, era um desafio cumprido... sem dar conta, ao fim de sensivelmente três meses, quase não me reconheço, quer fisicamente, quer psicologicamente.

Não vou gabar-me das proezas físicas, a não ser no que concerne as elevações! :) Pois considero um dos maiores fenómenos da minha evolução neste, relativo, curto espaço de tempo.
Já para não falar (e vou ser "sexcista"), no bem que sabe, estar a fazer elevações e os Zés que estão a puxar ferro, baixarem a cabeça porque não conseguem fazer metade! :)

Fica aqui este videozinho (que já estava prometido)! ;)

video 

 É caso para dizer: Repetaculêee!! =)

 "To get something you never had, you have to do something you never did"

Fiquei fã desta citação, desconheço o autor, se alguém conhecer, que me diga para lhe poder dar as glórias! :)



Nota: Já é sabido que eu gosto muito de dar os louros a quem os merece! :)  
Ora parece que existe uma contestação sobre o título de "1º Instrutor Certificado Crossfit em Portugal". Achei por bem, na minha humilde forma de ser, referenciar tal, depois da "correcção" que me foi feita, contudo a informação a que tenho acesso, é a que está publicada. 

(No meu ponto de vista, tal não é sequer importante! Não são os títulos de 1º ou 2º que fazem a diferença! Eu percebo isso... decerto não serei a única.)

sexta-feira, 29 de abril de 2011

Anda meio Mundo a f#&€% outro meio...

Infelizmente, cada vez mais, acho que a vida se resume a isto: 


Deu para chegar lá? :)
Não sou só eu que digo, há muita gente que diz...Mas eu explico.

Há alguns anos, um senhor (o senhor meu pai :)), disse na sua sabedoria , a seguinte expressão: "Deus me livre de eu ser o primeiro da fila!" 
E eu fiquei intrigada, pois não percebi o que queria ele dizer com aquilo. Foi então que ele me contou um belo conto, não de fadas, mas parecido... A história, cujo autor desconhecemos, resumia-se a isto:

       Era uma vez o Zé! 
       O Zé decidiu contratar um bom pintor para que este, lhe fizesse um quadro onde estivesse representado o significado da vida. Depois de escolhido o pintor, o Zé disse-lhe: 
        - Pintor, quero um quadro para onde eu olhe e veja o que é a vida! - O pintor foi então trabalhar na obra e após alguns meses, apresenta um belo quadro onde se encontram vários homens, todos despidos a "copularem-se" em fila. 
        - Zé, aqui tens o teu quadro! - o Zé, olha para o quadro e não acredita que esperou meses por aquela imagem...
       - Então eu peço-te um quadro onde me representes o significado da vida e tu trazes-me uma fila de homens neste preparo? - disse o Zé.
       - Zé, a vida é mesmo isto! É "tramarmo-nos" uns aos outros!
       - Oh pintor... mas eu nunca "tramei" ninguém!
       - Por isso mesmo Zé, é que tu és o primeiro da fila!

Errata: Qualquer forma verbal do verbo "tramar", deve ser substituída por essa mesma palavra de duas sílabas e cinco letras, que rima com doer, em que estão a pensar. Não foi o verbo "tramar" o usado na história, mas eu não quis perder a elegância e manchar o conto! :) 

Moral da história:
Ir à frente é bom, mas é perigoso... São mais os que ficam para trás roendo pelo primeiro da fila!
O mal... é não saberem o que significa estar lá..... até lá estar!

É preciso ter cuidado, pois quando somos os primeiros é porque existem segundos... A não ser que sejamos únicos, mas isso já é assunto para outra matéria! :)

Não tenham medo de quem vai à frente, nem tenham medo de ir na frente... mas tenham cuidado com o que vem atrás! 

Afinal, quem é que nunca se sentiu "o primeiro da fila"? 
E com esta me fico...


"The Freak Show"

Neste vídeo, podem-se ver algumas proezas interessantes...

Gostei mais do título com que o Sérgio Rodrigues o baptizou! E como temos de dar os créditos a quem é digno deles, os meus parabéns pois está, na minha opinião, muito bem baptizado! :)


P.S. - São pessoas "normais" como a grande maioria neste mundo... ;)

terça-feira, 19 de abril de 2011

I'm Crossfit because...

So, why do you Crossfit? :)


Gosto mesmo de algumas deixas das pessoas do vídeo! :)

Eu sou, porque me desafia, motiva e resulta! ;)

Em 3 meses destes treinos, considero que já evolui muito em alguns exercícios e sei que se não fosse através desta metodologia não o teria conseguido! Para mim é uma grande motivação conseguir em tão pouco tempo, evoluir de 6 flexões para quase o triplo; de 2 elevações para 3 (em pronação de 0 para 1 e kipping pullups de 0 para 3); de 0 double unders para 9 (pretendo chegar aos 20 :D); E nem vou falar em cargas! :)

Estou a conseguir incutir rotinas de treino e ser mais forte e exigente comigo mesma! Uma transformação física mas também mental... e não é menos importante! :)

Só me esta a fazer bem... muito bem! :)

Missão 287 Burpees

Como já tinha dito aqui, devido aquela pequena lesão no meu braço, parei com alguns exercícios, nomeadamente com o Desafio 100 dias de Burpees! O que resultou numa modesta acumulação de de quase 300 Burpees! HELL YEAH! :)

E eu, honesta comigo mesma... lá fui dar o couro e fazer os Burpees todos, ainda com mais 3 extra, porque completei os 290! :)

Podia ter dito que os fiz (sem os fazer) e problema resolvido? Podia... Mas não era a mesma coisa! :)

Deixo um registo breve da "aventura" que tão cedo não pretendo repetir! :)

video

P.S.: Estes também aprenderam a gostar de Burpees, a bem... ou a mal! :) Eu confesso que até lhes acho piada, apesar de serem dolorosos (mas não em quantidades como 290!) :D

YEEEAH BURPEES! 




E um Desafio 100 dias deeestes Burpees? :) É melhor não dar ideias... mas lá que são engraçados são! :)



A todos os que treinam, bons treinos!
Aos que não o fazem... deviam!

domingo, 10 de abril de 2011

"The Event" - Missão em Grupo @Kangaroo

Ontem desloquei-me ao Porto, mais precisamente Kangaroo Health Clubs, para realizar o já aguardado "evento" em grupo.
Balanço: Extremamente positivo. :)

Não estava à espera de encontrar tanta gente para participar (éramos um total de mais de 30 :)), de idades e níveis desportivos distintos.

O evento foi composto por dois treinos.
1º - Deck of Cards
2º - 3 Séries: 500m corrida + 60 Thrusters (carga adaptada)

O primeiro, novidade para mim (embora já tivesse lido sobre ele, nunca o tinha experimentado), consistia em percorrer um baralho de cartas onde cada naipe corresponde a uma tarefa e o número apresentado na carta, corresponde ao número de vezes que a tarefa tem de ser repetida, excluindo, neste caso, as cartas 8, 9 e 10.

Assim:
Copas = Abdominais;
Ouros = Flexões;
Espadas = Agachamentos;
Paus = Burpees;
Ás = 11 repetições;
Figuras = 10 Repetições;
Joker = Anula a carta seguinte.


Pois... já devem estar a imaginar o que nos foi sair na rifa! Ou melhor... a piada está precisamente aí, não saber o que nos vai sair na rifa! :)

Como nem todos tínhamos o mesmo a vontade desportivo, existiram algumas adaptações: Flexões com apoio dos joelho, mas com ou sem adaptação, no momento da descida, o peito tem de tocar o chão e as mãos tem de ser tiradas deste; Quanto aos burpees, no caso de não conseguir fazer a quantidade que tiver calhado, realizar só metade. O treino foi realizado por grupos onde todos completavam a mesma tarefa, como objectivo de o fazer no menor tempo possível. :)

Parece divertido? E é! Intenso? Muito! :) Desafio-vos a experimentarem. :)


A vantagem do "Deck of Cards" é que as tarefas podem ser as que nós quisermos: elevações, saltos para a caixa, swings... ainda a acrescentar que as cartas menos frequentes, como Ás, Joker, podem ser uma tarefa "especial": uma distância em corrida, remo... A ideia é bastante interessante e pode ser constantemente variada pois é possível fazer vários baralhos, sempre diferentes! ;)

O segundo treino, apesar de não ser "tão" novidade, acabou por ser bastante agradável pela forma como foi realizado. Também fomos organizados em grupos, devido ao número de participantes e só o facto de os 500m de corrida terem sido ao ar livre (uma volta ao espaço exterior do Kangaroo), torna o treino bem mais motivante que correr num tapete, onde a paisagem consiste num painel em que o tempo e a distância parecem não mexer! :)


Quanto aos Thrusters, a forma como foram realizados, estimula o grupo a funcionar como tal: 60 Thrusters repartidos pelo grupo, ou seja, cada um dá o seu melhor e passa o testemunho ao seguinte, assim sucessivamente até alcançar as 60 repetições. :)


Depois destes dois treinos, com um descanso relativamente reduzido entre eles, estiveram presentes os sorrisos, os corpos transpirados e rostos vermelhinhos! :)

Valeu muito a pena! É muito diferente treinar sozinha ou em conjunto, venha o próximo porque realmente adorei a experiência.

Sérgio Rodrigues, os meus parabéns! Ficamos a espera de mais iniciativas como esta! ;)


A todos os que treinam, bons treinos!
Aos que não o fazem... deviam!


sexta-feira, 8 de abril de 2011

Advertising... ;)

Basta ver... não preciso descrever! Eu cá gostei.. ;)


quinta-feira, 7 de abril de 2011

Resumindo...

Depois deste alarido todo, pelo pedido de ajuda externa, o lado mais "telegénico" de José Sócrates e todo o falatório que por aí vai... Eu não queria, mas não vou deixar de publicar esta imagem! Resumidamente, é isto:


E lá vamos encarando isto com algum humor, ou então para além de recessão, também vamos ter séria depressão!

terça-feira, 5 de abril de 2011

Amanhã, amanhã começo a dieta! :)

Quem está com ideias de fazer dietas?

Deixo uma musiquinha para ajudar na atitude! :)

Longa ou curta caminhada...

Ontem lesionei-me! :( 
Comecei a pensar que ia ter de parar com alguns treinos, que ia acumular os meus burpees... e que ia perder o "lanço" à coisa. Não é nada de grave, mas impede-me de realizar muitos exercícios. Entretive-me então a ver uns vídeos aqui na net, e encontrei esta pérola (na minha opinião). :)  

E publiquei  porquê? Porque me identifico com a maioria das frases que vão acompanhando a imagem. Todos temos um motivo para começar, deixar, querer, rejeitar... algo.  Todos temos  qualquer coisa que em determinada altura, nos irá motivar mais ou menos. Todos temos uma razão para tomar aquela decisão. Todos temos uma postura, quando encontramos uma dificuldade, um obstáculo. Todos temos formas e meios, para levar a cabo aquilo com que nos comprometemos.

Como peças únicas que somos, também vamos ser diferentes em muitas situações.  
Cada um de nós procura o seu pó mágico, a motivação! E esta pode ser muito diferente de pessoa para pessoa. O importante é saber lidar com os nossos medos, as nossas fraquezas, os nossos pensamentos menos positivos. 
Somos capazes de muito mais do que aquilo que damos, a nossa mente é que não quer acreditar nisso por vezes. Mas somos capazes...

Jay Rhodes, apesar de ter encontrado a sua motivação num ponto diferente,  deixou que o seu corpo educasse bem a sua mente! :)
Para uma visão mais aprofundada do seu início no Crossfit a partir de um ângulo ligeiramente diferente, podem ler o artigo "It's Not About the Numbers", publicado no Crossfit Journal.

sábado, 2 de abril de 2011

Great!

“Don't wait until everything is just right. It will never be perfect. There will always be challenges, obstacles and less than perfect conditions. So what. Get started now. With each step you take, you will grow stronger and stronger, more and more skilled, more and more self-confident and more and more successful.” Mark Victor Hansen

sexta-feira, 1 de abril de 2011

Um "gain" que a "pain" nos dá, é este...

E porque o objectivo, ou filosofia, do Crossfit não roda só sobre os segundos que passam no relógio, as cargas, que colocamos, as técnicas que utilizamos...  este vídeo (que vi pela primeira vez no blog pelo qual faço os meus treinos), vem a propósito. Existe um elemento fundamental:  As pessoas! E lá dentro, cria-se uma comunidade, uma família. Desenvolvem-se valores humanos!




quinta-feira, 31 de março de 2011

Só uma coisa rapidinha...

Só uma pequena nota: 

Janeiro de 2011 - 6 Flexões (7 em dias de loucura) 
Março de 2011 - 21 Flexões (e mais umas séries de mais algumas)

Hell yeah! :) That makes me feel really good! :)


E os meus Burpees?
Dia 20 = 20 Burpees = 1m14s


A todos os que treinam: Bons treinos!
Aos que não o fazem... Deviam! :) 
 

quarta-feira, 30 de março de 2011

Burocracia? Onde?

Só porque gostei realente do vídeo e retrata, infelizmente, muitas realidades! 

domingo, 27 de março de 2011

Há uma 1ª vez para tudo.. :)

No pain, no gain!

E começo assim, logo a matar, com está máxima porquê? Porque o resultado da minha "pain", transparece no meu "gain"... :)

Depois de ter realizado mais um treino, para não variar, intenso... aproveitei o tempo que ainda tinha disponível para tentar realizar alguns exercícios que ainda não tinha conseguido fazer nenhuma vez. Para minha surpresa e satisfação consegui fazer: 
  • 3 Double Unders, (ainda não tinha conseguido fazer nenhum até a data);
  • 2 elevações em pronação com balanço (não conseguia fazer nenhuma com balanço e sem balanço fazia uma a muuuuito custo);
  • 4 toes to bar (com balanço, sei que não é suposto o balanço, mas ver os meus pezinhos lá em cima na barra foi muito bom!)
Próximos "desafios": Flexões em pino e a bater palmas! :)
Gostava de experimentar rope climbing e alguns exercícios nas argolas mas estes dois vão ter de esperar, pois não disponho de material...
 
Mais um balanço positivo... sempre a melhorar em alguma coisa! Dá gosto ver resultados... ;)

Ah... os burpees! :)
O meu desempenho nos Burpees também esta a ser uma boa surpresa. Para quem não conseguia fazer seis flexões,  tenho aguentado os burpees sem parar. Já noto dificuldade nos últimos mas... ainda não parei para completar os correspondentes ao dia! Vamos lá ver como correm os 19 de hoje, já que falei! Era ironico ficar a meio depois de ter publicado isto! :)



A todos os que treinam: Bons treinos!
Aos que não o fazem... Deviam! :) 

quarta-feira, 23 de março de 2011

Jogo: Adivinha o nome do exercício!

Se alguém me conseguir explicar que exercícios são os que este sujeito está a fazer, avisem-me por favor! Fiquei curiosa...


Mas anda tudo a dormir??

Não sei quem tem mais culpa: Se é alguém que deveria estar a explicar umas coisas úteis a este indivíduo e provavelmente estaria a limpar o pó às máquinas; Ou se o sujeito do vídeo por, com a facilidade de acesso que temos à informação, se apresentar a realizar tamanhas baboseiras!

Pergunto-me... onde foi ele aprender isto!? Não! Retiro a pergunta... estou com medo da resposta!


Só mais uma coisa: Eu estou desempregada...

segunda-feira, 21 de março de 2011

Treino nº 45 e nº 46

Como sábado, não treinei, realizei hoje os treinos em atraso! :)

Quanto ao treino de sábado, o nº 45, foram então:

Força Máxima:
Agachamento Frontal - 3+3+3+3+1+1
50 Agachamentos normais

Fonte:  http://fullcorefitness.blogspot.com/2011/03/missao-do-dia-19032010.html

Consegui levantar-me com 35kg, ainda consegui fazer duas repetições.Provavelmente aguentaria mais um pouco de carga mas voltarei a repetir outra altura.   

Como  juntei os dois treinos,  não realizei os 50 agachamentos, uma vez que voltaria a fazer agachamentos na Missão destinada para o dia de hoje.

Treino nº 46, foram então:

3 Séries
25 Elevações
50 Saltos à corda
75 Agachamentos

Fonte: http://fullcorefitness.blogspot.com/2011/03/missao-do-dia-21032010.html 

As elevações, neste caso, adaptei como sugerido no blog, para Body Rows. O grau de dificuldade diminui bastante. Se faço apenas 2 elevações em supinação e ainda nenhuma em pronação, body rows (em pronação) consegui fazer seguidos 10. Demorei 17m44s a realizar as 3 rondas.


_________________________________________________________


E quanto ao desafio dos Burpees? 
Bem, foi sugerido uma "mini" competição saudável, com o desafio dos 100 Burpees e  para tal, teríamos que nos filmar, de 10 em 10 dias, a realizar o número respectivo de Burpees (dia 10 = 10 Burpees; dia 20 = 20 Burpees; Etc.). Ora como eu estou sempre pronta para os desafios, alinhei! :) 

E cá estão os meus 10! 

video